DeAmazônia

MENU
Atualizado em 08/01/2018

Saída de Sidney Leite enfraquece articulação de Amazonino

Aliados disseram que então secretário trabalhava muito na Casa Civil: 'um verdadeiro workaholic'

Saída de Sidney Leite enfraquece articulação de Amazonino Deputado estadual, Sidney Leite (PROS)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A saída do deputado Sidney Leite do grupo de Amazonino, enfraquece a articulação política e administrativa do  governador. Mesmo aqueles no grupo de Amazonino que ficaram ‘enciumados’ com a ascendência de Leite, concordam com uma coisa:' ele trabalhava muito, é um verdadeiro workaholic'.

 

Com experiência administrativa e habilidade de articulação política, Sidney atuava 24h para organizar o governo de Amazonino, deixado sem trilho pelo deputado David Almeida, que assumiu por cinco meses o cargo de governador interino, afirmam aliados do grupo do governador.

 

Sidney foi três vezes prefeito de Maués, presidente do Idam, presidente da Associação dos Municípios, secretário da Prefeitura de Manaus, secretário da Sepror, secretário da Casa Civil e reeleito deputado estadual sendo 7º mais votado, na eleição de 2016, obtendo 28.063 votos.

 

Na Casa Civil, como conhecedor das dificuldades das Prefeituras do interior, o então secretário traçou um Raio x das necessidades dos municípios, em reuniões com prefeitos, para planejar soluções do novo governo de Amazonino. Os primeiros três meses de 2018 entrariam as execuções e ações do governo AMA, fruto deste planejamento.  

 

Com Bosco Saraiva, vice-governador, escalado para cuidar do “pepinão” que é a segurança pública, Sidney sai num momento em que o governo começava a engrenar e que faltará pouco tempo, agora, para Amazonino repor as peças, se quiser ser candidato à reeleição.

 

Vejamos: janeiro é o mês das férias, fevereiro do carnaval e março, quando Brasil voltar a funcionar, já é o período das filiações e definições partidárias e mês também das vedações eleitorais no setor público. Em outras palavras, o choque de gestão, necessário para reparar a quebradeira advinda de um governo com múltiplas instabilidades, ficou mais difícil de acontecer. ´

 

O deputado Sidney Leite retorna a Assembleia Legislativa, em fevereiro e confirmou ao Portal do Marcos Santos, que será candidato a deputado federal, em 2018. Além da atuação, em Manaus, o deputado já mantinha, na Aleam, como rotina, um calendário de viagens ao interior. Sidney chegava a visitar em média de duas a três cidades a cada fim de semana. Mais livre, agora para atuar nas bases do interior, o deputado chega a Aleam como candidato forte a Câmara Federal.

CONTATO COM A COLUNA BASTIDORES

(92) 99229 8831 WhatsApp

deamazonia3@gmail.com

DEAMAZONIA.COM.BR

 

Sobe Catracas

JUNIOR LEITE, prefeito de Maués

Maués venceu a guerra com município da Bahia e obtve Registro de Indicação Geográfica, de propriedade industrial do guaraná do Ministério da Agricultura

Sobe Catracas

MARCELO DUTRA presidente do IPAAM e titular da SEMA

Encontro de Gestores das 43 Unidades de Conservação visa melhorar as estruturas físicas e o aumento do número de servidores

Desce Catracas

BETO D'ANGELO, prefeito de Manacapuru

Ministério Público pede o cancelamento de quatro processos seletivos realizados em 2017 pela Prefeitura por suspeitas de irregularidades

Desce Catracas

KEYTON PINHEIRO, presidente da Câmara de Coari

Dos 15 vereadores da Câmara nenhum deles se manifestou sobre contrato de R$ 10 milhões feito com duas empresas para eventos enquanto população reclama do sistema de saúde 

BASTIDORES