DeAmazônia

MENU
Atualizado em 10/08/2017

Amazonino 41,9%, Braga 26,7%, no segundo turno, diz #Pesquisa365

A primeira pesquisa do segundo turno Amazonino mantém liderança

Amazonino 41,9%, Braga 26,7%, no segundo turno, diz #Pesquisa365

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Passados três dias do 1º turno da eleição suplementar, a #PESQUISA365 apresenta sua primeira pesquisa de 2º turno, pleito disputado pelos ex-governadores Amazonino Mendes (PDT) e Eduardo Braga (PMDB) e que acontecerá no próximo dia 27. O questionário deste estudo continha apenas uma pergunta estimulada.

 

Amazonino continua na frente, com 41,9% das intenções de votos, enquanto que Eduardo possui 26,7%. O detalhe é que o número de “Brancos e Nulos” foi de 25,9%, encostado no percentual de Braga. Os “Indecisos” foram 5,5%.

 

Em Manaus, Amazonino atingiu 41% das intenções e Eduardo, 23%. Os que disseram que anulariam ou votariam em branco foram 32% e os que ainda não decidiram o seu voto foram 5%. Portanto, na capital, Eduardo obteve percentual bem menor do que “Brancos e Nulos”.

 

Considerando-se os números finais do 1º turno, em que Amazonino e Braga conseguiram, respectivamente, 38,8% e 25,4%, houve um crescimento de 3,1% para o primeiro e de 1,3% para o segundo colocado, o que, diga-se de passagem, ainda são números muito pequenos de conquista de votos dos eleitores dos outros candidatos que, em sua imensa maioria, migraram para “Brancos e Nulos”. Não querem votar em nenhum dos dois ex-governadores, o que nos faz projetar que, no dia 27 de agosto, poderemos ter o maior percentual de votos em branco ou nulos da história eleitoral do Amazonas.

 

O desafio das campanhas neste 2º turno, cujo horário eleitoral no rádio e TV vai começar no próximo sábado, é conquistar o voto desse eleitor que votou em Rebecca Garcia, em José Ricardo e nos demais candidatos.

 

Ressalte-se que há uma tendência natural de que o alto percentual de “Brancos, Nulos e Indecisos” sofra uma redução. De início, os eleitores que não votaram nos dois candidatos no 1º turno vão optar pela rejeição, porém, de maneira gradual, uma parte vai escolher ou Amazonino ou Eduardo.

 

Os que se dizem indecisos agora, provavelmente, irão escolher um dos candidatos (pois, do contrário, já teriam optado em votar em branco ou nulo) e os “Brancos e Nulos” também deverão diminuir, restando-nos o desafio de saber o quanto. Mas, uma coisa é certa: quanto maior o número de “Brancos e Nulos”, melhor para Amazonino Mendes.

 1a-pesquisa-2o-turno-governador2017-amazonas-pg6
 
 

VOTOS VÁLIDOS Quando falamos em votos válidos (sem os “Brancos e Nulos”), Amazonino Mendes aparece com 61,1% (margem de erro: mínimo 58,1% / máximo 64,1%) das intenções de voto e Eduardo Braga, 38,9% (margem de erro: mínimo 35,9% / máximo 41,9%), uma diferença que, neste momento, é de 22,2%.

 

A empresa #PESQUISA365 entrevistou 1.000 pessoas (600 na capital e 400 no interior) entre os dias 7 e 9 de agosto. A margem de erro é de 3%, para mais ou para menos, e o grau de confiabilidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o nº 05380/2014.

 

Amazonino Mendes também vence no interior, com 44%, contra 33% de Eduardo Braga. “Brancos e Nulos” foram 17% e os “Indecisos”, 6%.

POR DURANGO DUARTE, publicitário

Sobe Catracas

ROBÉRIO BRAGA, ex-secretário de Cultura do AM

Foi eleito presidente da Academia Amazonense de Letras para o biênio 2018/2019, ano do centenário da entidade

Sobe Catracas

YEDO SIMÕES, presidente do TRE/AM

Corte Eleitoral do Amazonas voltou a ser elogiada publicamente pelo TSE pela condução das últimas eleições 

Desce Catracas

ERALDO CB, prefeito de Boa Vista do Ramos

TJ/AM determinou que reitegre ao emprego agente de segurança desligado do emprego sem justificativa

Desce Catracas

ROMEIRO MENDONÇA, prefeito de Presidente Figueiredo

TRE cassou mandato dele e do vice Mário Abrahão por irregularidade na prestação de contas e recorre agora no cargo 

BASTIDORES