Quarta, 10 de agosto de 2022

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 06/08/2022

Novos suspeitos das mortes de Dom e Bruno são presos no Amazonas

A Polícia Federal atua para combater a pesca ilegal no Vale do Javari, no Amazonas, onde cumpriu sete mandados de prisão

Novos suspeitos das mortes de Dom e Bruno são presos no Amazonas Novos suspeitos das mortes de Dom e Bruno são presos no Amazonas (Foto: Divulgação / PF)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A Polícia Federal (PF) desencadeou operação, neste sábado (6), contra pesca ilegal no Vale do Javari, no Amazonas, e cumpriu mandados de prisão contra três suspeitos de participação nas mortes do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips. Eles foram assassinados em 5 de junho na região.

 

Os alvos da ação são integrantes de um grupo que atua com pesca ilegal na terra indígena Vale do Javari e imediações.

 

Segundo a PF, eles são ligados a Amarildo Oliveira, o Pelado, denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por ter participado do assassinato de Bruno e Dom, e a Ruben Villar, o Colômbia, investigado por esquema de pesca na área.

 

As prisões preventivas foram solicitadas pelo MPF e deferidas pela Justiça, com o objetivo de apurar a participação dos investigados em organização criminosa que financia e pratica a pesca ilegal na região, inclusive dentro de terra indígena.

 

A pesca clandestina do pirarucu ocorre com frequência na localidade. O peixe é uma das carnes mais apreciadas do país, especialmente na região Norte.

 

A reserva indígena no Vale do Javari seria invadida constantemente por pescadores irregulares. Os criminosos faturariam cerca de R$ 100 por cada quilo do pescado vendido.

Leia mais no Metrópoles.

Sobe Catracas

DOM LEONARDO STEINER, arcebispo de Manaus

Foi escolhido pelo Papa Francisco para ser o primeiro cardeal da região amazônica do Brasil, em defesa da floresta e tribos indígenas

Desce Catracas

WILLIAM FONSECA, prefeito de Oriximiná (PA)

MPPA investiga suposta promoção pessoal do prefeito, que teria 'enfeitado' a cidade durante o Círio de Santo Antonio, com seu slogan de campanha