Quarta, 10 de agosto de 2022

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 04/08/2022

Governador do AM amplia número de convocados para teste físico e psicológico dos Bombeiros

Decisão aumenta de três para seis vezes mais a quantidade de classificados para a etapa final do concurso para o Corpo de Bombeiros do Amazonas

Governador do AM amplia número de convocados para teste físico e psicológico dos Bombeiros (Foto: Divulgação/CBMAM)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O governador Wilson Lima (União Brasil) autorizou, na noite desta quarta-feira (3/8), a ampliação do corte de convocação para o teste de aptidão física (TAF) e a avaliação psicológica, aumentando de três para seis vezes mais a quantidade de classificados para a etapa final do concurso para o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas.

 

“É uma grande oportunidade para todos os concurseiros, que esperam tanto por essa oportunidade, de ingressas na nossa tropa. Estamos esperando por todos com muita energia”, disse o governador, em vídeo nas redes sociais.

 

Essa decisão veio ao encontro do desejo do coronel Bonates, que ocupava o cargo de secretário de Segurança este processo foi iniciado.

 

A ampliação significa que vai dobrar o número de aprovados nas últimas fases do concurso. “E os que não forem aprovados no final, podem ser colocados em um cadastro de reserva”, completa o coronel Bonates.

 

Este é o primeiro concurso para a Polícia Militar e para o Corpo de Bombeiros nos últimos 11 anos. Somente no concurso da Polícia Militar estão previstas 1.350 vagas para soldados e oficiais. Já o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas está oferecendo 453 vagas.

 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Wilson Lima (@wilsonlimaam)

Sobe Catracas

DOM LEONARDO STEINER, arcebispo de Manaus

Foi escolhido pelo Papa Francisco para ser o primeiro cardeal da região amazônica do Brasil, em defesa da floresta e tribos indígenas

Desce Catracas

WILLIAM FONSECA, prefeito de Oriximiná (PA)

MPPA investiga suposta promoção pessoal do prefeito, que teria 'enfeitado' a cidade durante o Círio de Santo Antonio, com seu slogan de campanha