Quinta, 30 de junho de 2022

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 16/06/2022

Delegado da PF acusa senadores de Roraima de financiarem desmatamento: 'bancada do crime'

Ex-superintendente da Polícia Federal do AM, Alexandre Saraiva, cita Mecias de Jesus e Telmário Mota

Delegado da PF acusa senadores de Roraima de financiarem desmatamento: 'bancada do crime' Delegado da PF Alexandre Saraiva (Reprodução)

DEAMAZÔNIA BOA VISTA, AM - O ex-superintendente da Polícia Federal do Amazonas, delegado Alexandre Saraiva, acusou parlamentares da região Norte, incluindo dois senadores de Roraima, Mecias de Jesus (Republicanos) e Telmário Mota (PROS), de apoiarem o desmatamento ilegal em troca de serem “financiados por madeireiros”.

 

As declarações ocorreram durante entrevista ao canal Globonews, nesta terça-feira (14/6), sobre o desaparecimento do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira.

 

Os corpos do jornalista e indigenista foram encontrados nesta quarta-feira (15), na região da terra indígena Vale do Javari, interior do Amazonas.

 

“Esses criminosos têm boa parte dos políticos da região Norte no bolso. Estou falando de governadores, senadores. Eu tenho aqui uma coleção de ofícios de senadores de diversos estados da Amazônia, que mandaram para o meu chefe, dizendo que eu estava ultrapassando os limites da lei. Que eu estava cometendo abuso de autoridade”, relatou Saraiva.

 

Na entrevista, o delegado da PF cita os nomes de parlamentares e afirmou que existe uma ‘bancada do crime’, que dificulta na questão da defesa ambiental na Amazônia.

 

“Olha o Centrão, veja de onde saíram grande parte dos parlamentares do Centrão. São financiados por esses grupos. [Os senadores] Zequinha Marinho, Telmário Mota, Mecias de Jesus, Jorginho Melo de Santa Catarina […] Carla Zambelli foi lá também, defender madeireiro junto com Ricardo Salles [ex-ministro do meio ambiente]. Nós temos uma bancada do crime. Na minha opinião, de marginais, de bandidos”, afirmou Alexandre Saraiva.

 

Em janeiro deste ano, o delegado da PF fez críticas nas redes sociais sobre uma possível candidatura do ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, ao Senado Federal pelo estado de Rondônia.

 

Na publicação, Saraiva disse que a ‘bancada de Satanás’ poderia ganhar reforço, se referindo aos senadores Mecias de Jesus e Telmário Mota.

Sobe Catracas

JENDER LOBATO, presidente do boi Caprichoso

Boi Caprichoso sagrou-se campeão do Festival Folclórico de Parintins 2022, vencendo rival por 8 décimos

Desce Catracas

ANTÔNIO ANDRADE, presidente do Boi Garantido

Boi Garantido perde o Festival de Parintins e enfrenta crise com debandada de levantadores