Quinta, 30 de junho de 2022

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 11/06/2022

Marina Silva anuncia apoio a Haddad e pode ser vice em São Paulo

Em evento na Rede Sustentabiidade, ex-ministra do Meio Ambiente formalizou adesão à candidatura de Haddad; ela pode ser candidata a deputada ou compor a chapa com o PT

Marina Silva anuncia apoio a Haddad e pode ser vice em São Paulo Marina Silva anuncia apoio a Haddad e pode ser vice em São Paulo (Reprodução/Redes Sociais)

SÃO PAULO - Com a presença da ex-ministra Marina Silva,  a Rede Sustentabilidade anunciou, neste sábado (11), o apoio ao pré-candidato do PT ao governo de São Paulo, Fernando Haddad. O petista trabalha para encontrar um vice para sua chapa.

 

"Seu sonho é que Marina fique com o posto”, diz o jornal O Globo.

 

Mas a indicação da ex-ministra do Meio Ambiente enfrenta dois obstáculos. O primeiro é o fato de a Rede contar com Marina como puxadora de votos como candidata a deputada federal em São Paulo. 

 

O segundo obstáculo é o PSOL, que também deve fazer parte da aliança e reivindica  espaço na chapa.  Há, porém, entre as petistas a avaliação de que o partido que está à esquerda do PT não contribuiria para ampliar o alcance da chapa entre os eleitores. 

 

"O processo é tão importante quanto o resultado [...] quando a democracia está ameaçada os polos se invertem. Temos que encontrar aqueles que reúnem as melhores condições para tornar vitorioso um programa da sociedade em suas mais diferentes formações", afirmou Marina Silva, em foto ao lado de Haddad, publicada em uma rede social. 

 

Neste sábado, o jornal "Folha de S. Paulo" informou que o nome da chef Bela Gil, filiada ao PSOL, foi citada como possível vice de Haddad entre coordenadores da campanha do ex-presidente Lula.

 

Sobe Catracas

JENDER LOBATO, presidente do boi Caprichoso

Boi Caprichoso sagrou-se campeão do Festival Folclórico de Parintins 2022, vencendo rival por 8 décimos

Desce Catracas

ANTÔNIO ANDRADE, presidente do Boi Garantido

Boi Garantido perde o Festival de Parintins e enfrenta crise com debandada de levantadores