Quinta, 30 de junho de 2022

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 10/06/2022

Dois dias após show de Tierry, prefeita de Nhamundá decreta situação de emergência por seis meses

TCE havia suspendido contrato da Prefeitura com empresa de vereador por R$ 3,4 milhões para realizar eventos  

Dois dias após show de Tierry, prefeita de Nhamundá decreta situação de emergência por seis meses Prefeita Marina Pandolfo e o vice Neto Carvalho (Reprodução)

DEAMAZÔNIA NHAMUNDÁ, AM - A prefeita de Nhamundá, Marina Pandolfo (PSD), decretou situação de emergência no município por causa da cheia do rio, dois dias após contratar o show nacional do cantor Tierry, que se apresentou na Exposição Agropecuária do Município (Expoanh).

 

O decreto municipal nº 477 foi assinado pela prefeita no dia 31 de maio e tem duração de seis meses. Ou seja, até o final deste ano. Trechos da orla estão desmoronando há alguns meses e áreas estão alagadas em Nhamundá.

 

A Expoanh foi realizada nos dias 27, 28 e 29 de maio (sexta, sábado e domingo). Na terça (30), o decreto de Situação de Emergência foi assinado.

 

No final do mês de abril, o Tribunal de Contas do Estado havia suspendido a licitação da Prefeitura de Nhamundá celebrado com a empresa AR da Costa Ltda, no valor de R$ 3,4 milhões, de propriedade do vereador de Faro (PA), Alexandre Guerreiro.

 

A empresa ganhou a licitação para disponibilizar infraestrutura de eventos e contratar cinco shows nacionais.

VEJA O DECRETO DE EMERGÊNCIA

 

Sobe Catracas

JENDER LOBATO, presidente do boi Caprichoso

Boi Caprichoso sagrou-se campeão do Festival Folclórico de Parintins 2022, vencendo rival por 8 décimos

Desce Catracas

ANTÔNIO ANDRADE, presidente do Boi Garantido

Boi Garantido perde o Festival de Parintins e enfrenta crise com debandada de levantadores