Quinta, 30 de junho de 2022

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 22/05/2022

Governador de Roraima, Antônio Denarium, é acusado pelo MP de agiotagem

Promotor do MP/RR pediu que denuncia contra governador seja encaminhada ao STJ; processo consta que mais de 100 pessoas teriam sido vítimas de agiotagem

Governador de Roraima, Antônio Denarium, é acusado pelo MP de agiotagem Governador de Roraima, Antonio Denarium

DEAMAZÔNIA BOA VISTA, RR - O governador de Roraima, Antônio Denarium (PP), que disputa a reeleição com o apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL), é acusado de fazer agiotagem no Estado. A notícia-crime foi apresentada ao Ministério Público, pelo madeireiro Bruno Queiroz, no ano passado.

 

Ao analisar a denúncia, o promotor do Ministério Público de Roraima, André Paulo dos Santos Pereira, teria visto indícios de irregularidades que estariam ligados à função pública exercida pelo governador. Como Denarium possui foro privilegiado, o caso foi encaminhado para o Superior Tribunal de Justiça (STJ).

 

A informação é da Revista Veja, com matéria publicada neste domingo (22/5),  assinada pelo jornalista Hugo Marques.

 

Segundo a denúncia, o governador usa uma factoring [ operação financeira pela qual uma empresa vende seus direitos creditórios, que seriam pagos a prazo, por meio de títulos a um terceiro, que compra estes à vista, mas com um desconto] para fazer empréstimos ilegais. Empresas de Denarium atuam no agronegócio.

 

“A empresa dele é uma mistura de agiotagem com factoring. O que ele faz é emprestar dinheiro”, diz o advogado Francisco Salismar, que fez a defesa de uma das supostas vítimas.

 

Segundo o processo do MP/RR, que a Veja teve acesso, o madereiro acusa a empresa do governador de atuar ilegalmente, 'como verdadeira agência de empréstimo bancário, fazendo agiotagem e cobrando juros acima do praticado pelos bancos. São citados mais de 100 processos de execução de títulos , incluindo processos de cobrança de dívidas de pessoas físicas'.

 

Em 2010, quando disputou o cargo de suplente de senador, Antônio Denarium declarou ao TSE um patrimônio pessoal de R$ 2,4 milhões. Em 2018, o patrimômio do atual governador saltou para R$ 15 milhões.

 

A assessoria do governador Antônio Denarium disse que as acusações possuem viés político por parte de adversários interessados em atrapalhar sua campanha, a reeleição. 

 

PESQUISAS

Eleito na onda bolsonarista, em 2018, como o homem do 'agrobusiness', Antônio Denarium, vê em 2022 a sua reeleição ameaçada.

 

A ex-prefeita de Boa Vista, Teresa Surita (MDB), desposta como favorita para ser a nova governadora de Roraima. A ex-prefeita da capital tem a preferência de 64,6% dos votos dos roraimenses, segundo as últimas pesquisas. Denarium aparece com 32,3% dos votos.  

Sobe Catracas

JENDER LOBATO, presidente do boi Caprichoso

Boi Caprichoso sagrou-se campeão do Festival Folclórico de Parintins 2022, vencendo rival por 8 décimos

Desce Catracas

ANTÔNIO ANDRADE, presidente do Boi Garantido

Boi Garantido perde o Festival de Parintins e enfrenta crise com debandada de levantadores