Domingo, 16 de janeiro de 2022

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 10/01/2022

Sobe para 22 casos confirmados da variante Ômicron no Amazonas

O Estado havia anunciado o primeiro caso de covid, pela variante Ômicron, no dia 4 de janeiro

Sobe para 22 casos confirmados da variante Ômicron no Amazonas Amazonas registra 22 casos confirmados da variante Ômicron, nesta segunda (10)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) e da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), confirmou, nesta segunda-feira (10/01), a identificação de mais 21 casos de infectados com Covid-19 pela variante Ômicron, totalizando 22 casos no Amazonas.

 

O Amazonas havia anunciado o primeiro caso de covid, pela variante Ômicron, no dia 4 de janeiro.

A identificação dos 21 casos foi emitida por relatório, nesta segunda-feira (10/01), pelo Instituto Leônidas e Maria Deane (Fiocruz Amazônia). O instituto realiza o sequenciamento genético identificando a linhagem do novo coronavírus, a partir das amostras coletadas nas unidades de saúde do Amazonas, incluindo os postos de testagens nas três portas de entrada do Amazonas (Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, Porto de Manaus e Terminal Rodoviário Eng. Huascar Angelim).

 

O Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde do Amazonas (CIEVS-AM), coordenado pela FVS-RCP, emitiu um comunicado de risco ao CIEVS nacional, informando sobre os casos positivos identificados com a variante Ômicron.

 

No dia 7 de janeiro, foram processadas 144 amostras e 21 foram confirmadas com a nova variante. Os casos confirmados estão sendo monitorados e orientados a cumprirem isolamento domiciliar por 14 dias, com o objetivo de conter a disseminação da Covid-19.

 

O Secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad, faz um apelo para que a população tome a vacina contra a Covid-19 e mantenha as medidas não farmacológicas de proteção, destacando a adesão à campanha de vacinação contra Covid-19.

 

“São mais de 100 mil manauaras não tomaram sequer uma dose de vacina, mais de 500 mil amazonenses não tomaram sequer a sua segunda dose. Por favor, procurem logo uma unidade de suas prefeituras. Em Manaus, temos o Sambódromo e a carreta da vacinação. Usem máscaras, lavem as mãos com frequência e evitem aglomerações. Meus amigos, a luta contra esse vírus é de todos nós”, enfatizou o secretário.

 

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, reforça que a população se prevenindo estará, ao mesmo tempo, contribuindo com as ações que o Governo do Amazonas está tomando para evitar a disseminação da Covid-19. “São várias ações voltadas para o controle da Covid-19, incluindo levar a vacinação para cada vez mais perto das pessoas, ofertas de testes para passageiros desembarcados, e restrição de aglomerações. Contribua e se previna, previna sua família”, acrescentou Tatyana.

 

A FVS-RCP reforça junto à população a necessidade de adesão às medidas de prevenção não farmacológicas, como usar máscaras faciais; evitar locais fechados e pouco ventilados; e adotar medidas de distanciamento social e de etiqueta respiratória, além da higienização das mãos.

 

De forma rotineira, o Amazonas mantém os Postos de Triagem (realização de testes diagnósticos para COVID-19) nos portos, aeroportos e rodoviária na capital e nos municípios do interior. Também reforça aos viajantes que retornaram de países e estados brasileiros onde foram identificados casos da variante Ômicron, que informem sua chegada ao CIEVS Estadual, através dos contatos de telefone: (92) 3182-8932 e e-mail: [email protected].

Sobe Catracas

CLEINADO MARINHO, diretor de produção

Dirigiu filme de animação com personagens indígenas em cenário pandêmico, que passa em São Gabriel da Cachoeira, e será lançado no Youtube

Desce Catracas

AGUINALDO MARTINS, ex-prefeito de Manaquiri (AM)

Após dez anos, foi processado pelo MPAM acusado de integrar esquema de emissão de notas frias para fraude no fornecimento de combustíveis, em seu mandato de 2012