Domingo, 16 de janeiro de 2022

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 08/01/2022

'AM já vive transmissão comunitária da Ômicron', alerta epidemiologista da Fiocruz/Amazônia

Na primeira semana de 2022, internações em leitos clínicos aumentaram 27% e leitos de UTI o crescimento foi de 12%; mortes aumentaram em 8%

'AM já vive transmissão comunitária da Ômicron', alerta epidemiologista da Fiocruz/Amazônia Pacientes recebem primeiro atendimento em área externa de hospital de Manaus (Foto: Raphael Alves/Amazônia Real – Reprodução/agência senado)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O epidemiologista da Fiocruz-Amazônia, Jesem Orellana, disse hoje (8) que o Amazonas já vive a transmissão comunitária da variante Ômicron, do novo coronavírus.

 

Orellana voltou a criticar a Vigilância Laboratorial da Fundação de Vigilância em Saúde do Estado que, segundo ele, não realiza testagens em massa da população.

 

“1ª. Semana de 2022, em Manaus: aumento das internações por covid-19, leitos clínicos, UTI e covid e enterros.  Estamos em transmissão comunitária da Ômicron. Não confiem na vigilância laboratorial do AM – até hoje, testou menos de 7,5% da população total com RT-PCR. Seguimos às escuras na pandemia”, alerta o pesquisador, por meio de postagem nas redes sociais.

 

No levantamento feito pelo cientista, somente na primeira semana de janeiro de 2022, as internações de casos confirmados por covid-19 em leitos clínicos tiveram um aumento de 27% e leitos de UTI o crescimento foi de 12%.

 

Não foram incluídos nesta análise casos de pacientes suspeitos que estão internados.  

 

Nos primeiros setes dias do ano, os sepultamentos tiveram um aumento de 8%.  

 

Os dados neste levantamento tem como base as informações da FVS-SES (Secretaria de Saúde do Amazonas) e Semulsp ( Secretaria Municipal de Limpeza, Urbanismo e Serviços Públicos de Manaus).

 

Ontem (7), o Amazonas registou 363 casos de covid-19, um aumento exponencial, nos últimos três dias, que motivou o Governo do Estado a proibir eventos públicos acima de 200 pessoas.  Na quinta-feira (6) foram 275 casos de covid e na quarta a FVS informou 178 casos.   

 

“É possível que a contaminação desses novos casos de covid-19 tenha ocorrido antes do Natal. Com as festas de fim de ano, aglomerações no comércio, shoppings, na virada de 2021, a tendência é que esses casos aumentem nos próximos dias. E a partir dai ninguém sabe até onde vai”, avaliou Orellana.

 

“A população só percebe quando os casos estão prestes a explodir, pois os casos drenam em ritmo impressionante para os serviços de saúde”, completou o pesquisador da FioCruz Amazônia.  

Sobe Catracas

CLEINADO MARINHO, diretor de produção

Dirigiu filme de animação com personagens indígenas em cenário pandêmico, que passa em São Gabriel da Cachoeira, e será lançado no Youtube

Desce Catracas

AGUINALDO MARTINS, ex-prefeito de Manaquiri (AM)

Após dez anos, foi processado pelo MPAM acusado de integrar esquema de emissão de notas frias para fraude no fornecimento de combustíveis, em seu mandato de 2012