Domingo, 16 de janeiro de 2022

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 28/12/2021

CARLOS SANTIAGO - Manchetes que explicam o Brasil

CARLOS SANTIAGO - Manchetes que explicam o Brasil

O Brasil atual foi traduzido nos últimos dias pelas manchetes dos principais portais de notícias. Um país desigual, de extrema pobreza e com uma elite pública cheia de privilégios, onde o Amazonas se destaca negativamente com muita miséria e, também, com práticas e vantagens absurdas de autoridades.    

 

   TJAM: desembargadores ganharam mais de R$ 200 mil em novembro

"No Tribunal de Justiça do Amazonas – TJAM, 20 dos 26 desembargadores receberam em novembro um contracheque de mais de R$ 100 mil líquidos. Somando todos os magistrados, foram pagos R$ 3,5 milhões líquidos, média de R$ 135,5 mil para cada um no último mês. O subsídio-base dos magistrados é de R$ 35,4 mil.”

 

    Maranhão e Amazonas lideram extrema pobreza no País, indica IBGE

      "O Maranhão, que faz parte, parcialmente, da Amazônia Brasileira, e o Amazonas são os Estados da região com a maior proporção da população em situação de extrema pobreza no País. A extrema pobreza no Amazonas era 47%".

 

   "Cotão" da CMM aumenta de valor em 83%.

"O PL que foi votado em caráter de urgência, altera o valor mensal de R$ 18 mil para R$ 33.086,05. Assim, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) terá um custo anual de cerca de R$ 15 milhões.”

 

   No Amazonas, taxa de desemprego chega a 15,6% no segundo trimestre de 2021.

        "Estado tem a 10ª maior taxa de desocupação do país, onde o desemprego atinge 14,4 milhões de pessoas. Número de empregados por conta própria aumentou, mas o rendimento médio do trabalhador diminuiu em relação ao ano passado.”

 

   Novo salário de vereadores de Manaus custará à CMM mais R$ 2 milhões em 2022.

 “Com o aumento do salário deles para R$ 18.991,68, a Casa Legislativa gastará R$ 778.658,88 por mês e R$ 10.122.565,40 por ano, ou seja, R$ 2.110.637 a mais que este ano.”

 

  Novo prefeito e vice de Manaus ganham mais de 50% de aumento nos salários a partir de 2022

 “O subsídio mensal do prefeito vai de R$ 18 mil para R$ 27 mil, um aumento de 50%. O subsídio mensal do vice-prefeito, ainda segundo o projeto, vai de R$ 17 mil para R$ 26 mil, um reajuste de 52,9%.”

 

  Após acordo entre parlamentares, relator prevê R$ 4,9 bilhões de Fundo Eleitoral para 2022

"O valor ainda representa mais que o dobro do que foi utilizado em anos anteriores. Após acordo entre parlamentares, o novo Parecer do Orçamento de 2022 prevê um total de R$ 4,9 bilhões ao fundo eleitoral para financiar as campanhas do ano que vem.”

 

  Desemprego e inflação agravam fome e brasileiro faz fila para ossos e pelancas.

"A pobreza extrema, que leva pessoas a buscar os restos, foi acentuada no Brasil durante a pandemia de Covid-19.”

 

  Congresso detém 53% dos investimentos do governo federal

"Em 2021, as emendas parlamentares consumiram 53% da fatia destinada a investimentos no Orçamento federal e em 2022 não deve ser diferente. Dos R$ 44 bilhões previstos no próximo ano para este fim, R$ 21,1 bilhões foram reservados para as emendas parlamentares. Outros R$ 16,5 bilhões virão das emendas de relator.”

 

  Desvio de verba para a Covid-19 pode chegar a R$ 300 milhões, diz CGU

“Verba seria destinada a estados e municípios. Um levantamento da Controladoria-Geral da União aponta que o prejuízo em desvio de recursos para a Covid destinados a estados e municípios pode chegar a R$ 300 milhões.”

 

Diante de tantas manchetes publicadas, que põem a nu a ganância e a falta de ética de homens públicos, revelando o país com velhas práticas políticas, torna-se difícil, a cada dia, viver no Brasil.

 

Mas, em 2022, ano das eleições gerais, é possível começar a mudar o país.  Basta a maioria do povo ter consciência da importância do voto e da necessidade de romper com o Brasil do atraso.

 

*O autor é sociólogo, analista político e advogado*

Sobe Catracas

CLEINADO MARINHO, diretor de produção

Dirigiu filme de animação com personagens indígenas em cenário pandêmico, que passa em São Gabriel da Cachoeira, e será lançado no Youtube

Desce Catracas

AGUINALDO MARTINS, ex-prefeito de Manaquiri (AM)

Após dez anos, foi processado pelo MPAM acusado de integrar esquema de emissão de notas frias para fraude no fornecimento de combustíveis, em seu mandato de 2012