Domingo, 28 de novembro de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 25/11/2021

Grávida estuprada em hospital de Itacoatiara acusa prefeito de omissão

Jovem de 24 anos, que acusa técnico em enfermagem de estupro, fez relatos em audiência pública da Defensoria

Grávida estuprada em hospital de Itacoatiara acusa prefeito de omissão Hospital Regional José Mendes de Itacoatiara (Foto: Divulgação)

DEAMAZÔNIA ITACOATIARA, AM - Uma jovem grávida, de 24 anos, estuprada dentro do Hospital Regional José Mendes de Itacoatiara (a 170 quilômetros de Manaus), por um técnico de enfermagem, em outubro deste ano, acusa autoridades, como o prefeito Mário Abrahim (PSC), de omissão diante do caso.

 

O relato da mulher aconteceu nesta quarta-feira (24/11), em audiência pública promovida pela Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), para discutir e buscar providências efetivas contra a violência física e verbal sofrida por mulheres, no período do pré-parto, parto e pós-parto, no município.

 

“Fui dopada e estuprada dentro do hospital de Itacoatiara e ninguém fez nada para me ajudar porque não existe monitoramento. Não fizeram exame de corpo de delito antes alegando que eu estava sob efeito de remédios, sendo que o exame dever ser feito de imediato. Fui acusada de mentir, enquanto ele (agressor) está solto. Me foi negado o direito garantido por lei de ter um acompanhante, o que poderia ter evitado um crime. Estou com trauma de ir ao hospital quando sinto dor, pois prefiro sofrer em casa porque tenho medo que aconteça a mesma coisa”, afirmou a jovem, emocionada.

 

A audiência reuniu, ao menos, 110 pessoas entre representantes de instituições federais, estaduais, municipais e da sociedade civil no auditório do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam).

 

Ainda segundo a vítima, o prefeito de Itacoatiara, Mário Abrahim (PSC), soltou nota se solidarizando com ela, mas na prática “não fez nada” para punir os responsáveis.

 

A direção do Hospital Regional José Mendes respondeu aos casos citados individualmente e informou que está tomando as providências cabíveis. Já a Secretaria Municipal de Saúde reconheceu que há dificuldades, mas disse que mudanças têm sido implementadas para melhorar o atendimento na unidade hospitalar.

 

Nem a Prefeitura e nem a Secretaria de Saúde abriram sindicância e o técnico em enfermagem continua trabalhando normalmente.

 

O delegado de Polícia, Paulo Barros investiga o caso

 

A defensora pública Gabriela Gonçalves, que atua no Polo Médio Amazonas, em Itacoatiara, coordenou a audiência e explicou que a necessidade da iniciativa foi diagnosticada pela Defensoria, a partir de atendimentos de mulheres grávidas com relatos de violência obstétrica e homens que perderam esposas e filhos no parto.

 

“Foi uma audiência bastante forte com muitos relatos graves que trouxeram para nós a certeza de que temos muito a construir para implementar direitos que são humanos, principalmente num momento tão delicado que é a gestação e o parto. Como encaminhamento, foi sugerido a criação de um comitê municipal de combate à violência obstétrica. Sabemos que há alguns anos foi implementado um comitê estadual, mas, para que o problema da rede de saúde do município seja resolvido, precisamos trazer efetividade local para alterar uma realidade tão triste que é a violência obstétrica”, ponderou.

 

Também participaram da audiência o defensor e o subdefensor geral do Amazonas, Ricardo Paiva e Thiago Rosas, respectivamente, além das defensoras Caroline Souza, Suelen Paes, Carol Braz, coordenadora do Núcleo de Defesa da Mulher (Nudem), e o defensor Theo Eduardo Costa, todos membros do grupo de trabalho criado pela Defensoria para atuar em casos de violência obstétrica.

Sobe Catracas

MÁRIO DE MELLO, presidente do TCE-AM

Recebeu a Medalha de Honra ao Mérito 'Desembargador Décio Erpen', durante o 87º Encontro de Corregedores-Gerais dos Tribunais de Justiça do Brasil, no Maranhão

Desce Catracas

MATHEUS ALMEIDA, prefeito de Monte Alegre (PA)

Justiça Eleitoral cassou o mandato dele e do vice, por antecipação do pagamento de 13º salário às vésperas da eleição 2018