Domingo, 28 de novembro de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 24/11/2021

Zé Ricardo cobra urgente fiscalização para conter invasão em massa de garimpeiros no rio Madeira

Invasão dos garimpeiros, em Autazes (AM), em busca de ouro, já dura quase 48 horas e não há nenhuma ação de órgãos de controle, ambiental ou polícias

Zé Ricardo cobra urgente fiscalização para conter invasão em massa de garimpeiros no rio Madeira Zé Ricardo cobra urgente fiscalização para conter invasão em massa de garimpeiros no rio Madeira (Divulgação/Ascom)

DEAMAZÔNIA AUTAZES, AM - Em pronunciamento no plenário da Câmara Federal desta terça (23/11), o deputado federal Zé Ricardo (PT/AM) cobrou urgente fiscalização dos órgãos de controle, Ministério Público Federal e Estadual, Ibama, Ipaam, além das polícias federal e militar, para conter a invasão em massa de garimpeiros no rio Madeira, no município de Autazes (AM).

 

Zé Ricardo destacou que esse rio, que liga Porto Velho ao Amazonas, sempre foi alvo de garimpeiros ilegais em busca de ouro.

 

E, desta vez, conforme denunciado pela imprensa local, estariam com cerca 300 dragas no fundo do rio, o que poderá causar uma grande destruição ao rio e ameaça à população local. Os garimpeiros instalaram um bairro flutuante, em frente a comunidade do Rosarinho.

 

“As comunidades locais estão assustadas com a quantidade de balsas, barcos e empurradores que estão fazendo garimpagem ilegal. Praticamente, uma cidade flutuante se instalando em frente à localidade do Rosarinho, no município de Autazes. Um lugar onde moradores usam lanchas a jato para encurtar a viagem para Manaus, pela BR-319. Eles temem conflitos armados, podendo haver também poluição e destruição das águas e das florestas. Algo precisa ser feito urgentemente. Por isso, os órgãos de controle e as polícias precisam agir no local”, declarou o deputado.  

 

Em julho deste ano, na Operação Garimpo Urbano, o secretário executivo de Inteligência do Governo do Amazonas foi preso em operação contra roubo de ouro ilegal, juntamente com mais três policiais. Essa quadrilha monitorava a movimentação dos garimpeiros, utilizando a estrutura da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai), sendo que os alvos eram monitorados pelos policiais para a abordagem e roubo do ouro.

 

E, no dia 21 de novembro, um suboficial da Marinha do Brasil morreu durante um tiroteio no rio Amazonas, no Rio Uatumã, participando de uma operação, após inúmeras denúncias de ataques piratas nas águas barrentas do rio Amazonas.

 

“Situações que já vêm acontecendo no Estado e que precisam de constantes fiscalizações e operações nessas áreas”, completou o parlamentar.

Sobe Catracas

MÁRIO DE MELLO, presidente do TCE-AM

Recebeu a Medalha de Honra ao Mérito 'Desembargador Décio Erpen', durante o 87º Encontro de Corregedores-Gerais dos Tribunais de Justiça do Brasil, no Maranhão

Desce Catracas

MATHEUS ALMEIDA, prefeito de Monte Alegre (PA)

Justiça Eleitoral cassou o mandato dele e do vice, por antecipação do pagamento de 13º salário às vésperas da eleição 2018