Quarta, 27 de outubro de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 08/10/2021

Governo anuncia investimentos para São Sebastião de Uatumã, Tonantins e Novo Airão

Deputados estaduais Abdala Fraxe e Sinésio Campos participaram da assinatura de convênios

Governo anuncia investimentos para São Sebastião de Uatumã, Tonantins e Novo Airão Deputados estaduais Abdala Fraxe.e Sinésio Campos participaram da assinatura de convênios

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O governador Wilson Lima anunciou, nesta sexta-feira (08/10), convênios entre o Governo do Amazonas e as prefeituras de São Sebastião de Uatumã, Tonantins e Novo Airão para levar melhorias na infraestrutura dos municípios. Parte dos recursos é do Estado e há contrapartida financeira das prefeituras.

 

“Esses convênios são muito importantes para os municípios. Nós estamos auxiliando as prefeituras para proporcionar melhorias nos municípios, levar uma melhor infraestrutura aos cidadãos, garantir o direito de ir e vir das pessoas, segurança pública com iluminação em LED das ruas e outras melhorias para o incentivo de atividades do turismo”, disse o governador.

 

Estiveram presentes durante a assinatura dos convênios os deputados estaduais Sinésio Campos e Abdala Fraxe.

 

Em São Sebastião do Uatumã, 60 ruas dos bairros Trindade, Centro, São Francisco, Colônia, Bairro da Paz e Polo Industrial Moveleiro receberão nova iluminação com 1.204 luminárias em LED. Espaços públicos que são bem iluminados inibem a ação de assaltantes, riscos de acidentes de trânsito, além de proporcionar conforto visual e melhoria das atividades de lazer. O convênio foi assinado com o prefeito Jander Barreto.

 

“Queria agradecer aqui o nosso governador Wilson Lima principalmente pela sensibilidade de atender demandas dos parlamentares. Então nesse sentido aí é mais um gol atendendo São Sebastião do Uatumã”, disse o prefeito Jander que também agradeceu pela destinação de recursos pelo Governo do Estado para a criação de um Centro de Referência da Assistência Social (Cras) no município.

 

Para o município de Tonantins, foi anunciada a pavimentação em concreto da estrada Jinipatuba, rua Missão 02 e rua Missão 03. Por meio desse convênio assinado com o prefeito Francisco Sales, além de garantir condições de trafegabilidade de vias, com infraestrutura adequada, a parceria entre Estado e município garante melhorias que favorecem o fluxo do trânsito local.

 

“Esse convênio que nós estamos firmando hoje entre estado e município, através do senhor, quero dizer para o senhor que é muito importante. Essa estrada é de fundamental importância porque vai dar acesso aos agricultores, ao escoamento da nossa produção e ao lixão, que no inverno não tem como escoar o lixão. Essa estrada vai ser muito importante para nós”, disse Sales.

 

Com o prefeito de Novo Airão, Frederico Júnior, foram assinados três convênios. Um deles é para pavimentação de 53 ruas na sede do município. Além do recapeamento, haverá a construção de calçada, meio-fio e sarjeta.

 

O segundo é para a construção de um portal na entrada da cidade, no quilômetro um da rodovia AM-325. O portal será um cartão postal do município, um atrativo para turistas, uma vez que Novo Airão se destaca por receber diversos viajantes do Amazonas, de outros estados e de fora do Brasil.

 

Outro convênio é para a construção de um parque linear de 11 quilômetros quadrados com 1,2 quilômetros de ciclovia. O parque vai garantir o direito ao esporte e lazer, além de oportunizar o empreendedorismo e o turismo local.

 

“Hoje é um dia de muito felicidade para o município de Novo Airão. Realmente estamos aqui com três projetos de grande relevância para o nosso município com vocação turística gigantesca”, disse o prefeito Frederico.

Sobe Catracas

MÁRIO FLÁVIO NOVO JR, designer e empreendedor

Software de gestão para automatizar tarefas nas áreas de gestão fiscal e financeira, criado pelo parintinense, ganha destaque nacional e faz sucesso em bares e restaurantes

Desce Catracas

WILLIAM FONSECA, prefeito de Oriximiná (PA)

Teve o mandato cassado pela Câmara de Vereadores, acusado de contratar 1,5 mil servidores temporários, sem processo seletivo