Quarta, 27 de outubro de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 08/10/2021

TRE/AM cassa mandato do prefeito e vice de Codajás

Prefeito divulgou Nota afirmando que decisão não o afasta do cargo

TRE/AM cassa mandato do prefeito e vice de Codajás Prefeito de Codajás, Antônio Ferreira dos Santos, o Tonho (Foto: Reprodução/Agência Brasil de Notícias)

DEAMAZÔNIA CODAJÁS, AM - O Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AM) determinou a cassação dos mandatos do prefeito de Codajás, Antônio Ferreira dos Santos, o Tonho (PP) e do vice, Cleucivan Gonçalves Reis (Avante). 

 

Eles são acusados de participar de esquema que desviou cestas básicas da colônia de pescadores, para distribuir os ranchos na campanha eleitoral de 2018.

 

As práticas configuram abuso de poder econômico, corrupção eleitoral e captação ilícita de recursos. 

 

Prefeito e vice também ficam inelegíveis por oito anos. 

 

A decisão, desta quinta-feira (7/10), é do juiz Geildson de Souza Lima, da 7ª Zona Eleitoral de Codajás.

 

Foram condenados também Jozenilson Lopes Pontes e dois cúmplices, Francimara Penha Freitas e Marcos Rodrigues da Costa que seriam responsáveis por levantar dinheiro por meio de uma associação de pescadores para ser utilizado ilicitamente na campanha eleitoral, na compra de votos e em gastos não declarados.

 

Conforme a sentença, além das cestas básicas, o prefeito Tonho também distribuía dinheiro em espécie aos eleitores, telhas para coberturas de casas e brinquedos, segundo a denúncia.

 

O prefeito 
Nas redes sociais, o prefeito Tonho sustentou que a decisão não retira seu cargo e afirma que a nova defesa irá comprovar que sua campanha foi limpa e a decisão será reformulada.  

 

"Diante deste fato, venho reiterar ao povo codajaense, que tenho total consciência que não pratiquei nenhum crime por ocasião da campanha eleitoral de 2020, pois é do conhecimento de todos que fizemos uma campanha limpa, com poucos recursos e especialmente, dentro de todos os moldes da Lei. Na busca de um entendimento judicial diverso do proferido na sentença, constitui um novo advogado especializado em direito eleitoral, para tratar da situação junto ao Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Amazonas, e por isso, contamos com a certeza que a respeitável decisão será reformada, pois repito, não pratiquei, nem hoje e nem nunca, nenhum ato que pudesse desabonar minha conduta perante a Lei, seja como comerciante, seja como cidadão, ou como candidato a Prefeito de Codajás", afirm

Sobe Catracas

MÁRIO FLÁVIO NOVO JR, designer e empreendedor

Software de gestão para automatizar tarefas nas áreas de gestão fiscal e financeira, criado pelo parintinense, ganha destaque nacional e faz sucesso em bares e restaurantes

Desce Catracas

WILLIAM FONSECA, prefeito de Oriximiná (PA)

Teve o mandato cassado pela Câmara de Vereadores, acusado de contratar 1,5 mil servidores temporários, sem processo seletivo