Quarta, 27 de outubro de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 07/10/2021

TSE mantém cassação de Adail Filho e determina eleições em novembro

Tribunal Superior Eleitoral confirmou sentença do TRE/AM e entendeu que eleição do prefeito de Coari configura ‘terceiro mandato’

TSE mantém cassação de Adail Filho e determina eleições em novembro TSE mantém cassação de Adail Filho e determina eleições em novembro (Foto: Divulgação)

DEAMAZÔNIA COARI, AM - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou, em julgamento, nesta quinta-feira (7/10), a cassação do mandato do prefeito afastado de Coari, Adail Filho (PP) e ordenou novas eleições no município até o novembro deste ano.

 

Dos sete ministros da Corte, quatro votaram – formando maioria – o recurso de Adail Filho contra o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE/AM), que cassou seu mandato no ano passado.

 

Apesar de a defesa de Adail ainda ter chance de apresentar recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF), a tentativa não possuiria efeito suspensivo, ou seja, as novas eleições acontecerão independente de quaisquer nova ação da defesa. 

 

Adail e o vice, Keitton Pinheiro, tinham sido reeleitos no 1º turno das eleições municipais de 2020, com 54,45% dos votos válidos. Porém, segundo o TRE/AM, Adailzinho não poderia comandar a prefeitura de Coari porque esse seria o terceiro mandato consecutivo do mesmo núcleo familiar.

 

Antes o pai dele, Adail Pinheiro, era o prefeito da cidade e teve o mandato cassado. 

Sobe Catracas

MÁRIO FLÁVIO NOVO JR, designer e empreendedor

Software de gestão para automatizar tarefas nas áreas de gestão fiscal e financeira, criado pelo parintinense, ganha destaque nacional e faz sucesso em bares e restaurantes

Desce Catracas

WILLIAM FONSECA, prefeito de Oriximiná (PA)

Teve o mandato cassado pela Câmara de Vereadores, acusado de contratar 1,5 mil servidores temporários, sem processo seletivo