Sábado, 24 de julho de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 18/06/2021

ALE/AM aprova PEC que arma guardas municipais em todo o Amazonas

Prefeito David Almeida apresentou pedido a Assembleia Legislativa do Estado, após ataques a espaços públicos em Manaus

ALE/AM aprova PEC que arma guardas municipais em todo o Amazonas Praça da Bola das Letras, em Manaus, também foi alvo de ataques de criminosos

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A PEC 03/2021, de autoria do deputado estadual Delegado Péricles, foi aprovada e promulgada, na manhã quarta-feira (16), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

 

A proposta de emenda permite que as Guardas municipais de todo o estado utilizem armas letais durante o exercício da profissão.

 

De acordo com a PEC aprovada, foi efetivada uma alteração na redação do inciso 5, do artigo 125 da Constituição Estadual do Amazonas, que retira a restrição do porte de arma de fogo pelas guardas do município, conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal.

 

Para o parlamentar autor, a aprovação junto à Casa fortalece ainda mais a categoria como braço da segurança pública do Amazonas.

 

“Já temos entendimento consolidado em todo Brasil por meio da ADI do STF de que é permitido sim o uso da arma de fogo pela Guarda Municipal. Agora, podemos avançar na parte da capacitação, treinamento, afim de que se possa desenvolver trabalho direto da segurança pública junto aos demais órgãos. Agora sim a Guarda poderá atuar no auxílio da segurança pública, dentro da sua função precípua”, disse o deputado.

 

Na última semana, as discussões sobre o armamento da Guarda Municipal tomaram força com a apresentação da PEC 03/2021 e com o fortalecimento de intenção pela gestão municipal, com anúncio do atual prefeito David Almeida e ida dele até à Casa Legislativa para discussão sobre o assunto.

Sobe Catracas

MICHELLY CUNHA, estudante de jornalismo

Parintinense vai representar o Amazonas no concurso Miss Beleza Trans Brasil 2021/22, em São Paulo

Desce Catracas

MÁRIO ABRAHIM, prefeito de Itacoatiara (AM)

No pico da pandemia em Itacoatiara, em que morreram várias pessoas por falta de leitos, prefeito emprestou respiradores para Coari