Sábado, 24 de julho de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 04/05/2021

Omar diz que Bolsonaro foi negacionista e defende 400 milhões de doses, urgente, para o Brasil

Em entrevista ao Roda Viva, nesta segunda (3), presidente da CPI da Covid pediu planejamento nas negociações da vacina: 'não podemos esperar 2022 chegar'

Omar diz que Bolsonaro foi negacionista e defende 400 milhões de doses, urgente, para o Brasil Senador Omar Aziz, presidente da CPI da Covid (Reprodução/Vídeo)

DEAMAZÔNIA BRASÍLIA - O senador Omar Aziz (PSD-AM), que preside a CPI da Covid-19, afirmou que a Comissão Parlamentar de Inquérito vai trabalhar para que o Brasil obtenha quantidade de doses de vacina suficientes, para imunizar a população e cobrou urgência do governo federal num planejamento de negociação com laboratórios.

 

“O que nós temos que fazer é procurar, urgentemente, as negociações de vacina. Em 2022, nós temos que ter garantia de mais de 400 milhões de dose. Nós temos que fazer esse planejamento agora. Não podemos esperar 2022 chegar”, afirmou o senador, em entrevista ao Roda Viva, nesta segunda-feira (3/5).

 

Ao responder pergunta do jornalista Flávio Costa, do Portal Uol, Omar Aziz afirmou que o presidente Jair Bolsonaro teve uma postura negacionista durante a pandemia e que equívocos custaram vidas.

 

"O presidente, desde o primeiro momento, foi negacionista – e todo mundo sabe disso. [O presidente] estimulou aglomerações, achava, equivocadamente, que poderíamos sair dessa pandemia com a imunização de rebanho – e isso não aconteceu", admitiu o parlamentar.

 

Ao comentar o tratamento que tais atos receberão da comissão, Aziz evitou dar detalhes do que poderá ser feito no futuro. "Acho que os equívocos que foram cometidos precisam ser reavaliados e precisa ser feito uma autocrítica destes equívocos. Estes equívocos custaram ao Brasil muitas vidas", ponderou.

 

“Existe justificativa para a demora do governo federal não comprar vacinas?”, completou.   

 

Em várias intervenções o senador defendeu a ciência e ainda ironizou os terraplanistas. "Acho que todas aquelas pessoas que acreditam em imunidade de rebanho tinham que ter uma razão para dizer onde que aconteceu isso. Na Terra não foi. Onde que aconteceu isso? Em lugar nenhum", questiona o presidente da CPI.

 

“Esta CPI esta na casa de cada um de nós, não é uma CPI abstrata. O CPI da Covid não estanca o vírus. O que estanca o vírus é a vacina”, ponderou Omar.

VEJA TRECHOS DA ENTREVISTA DE OMAR AZIZ NO RODA VIVA:

Sobe Catracas

MICHELLY CUNHA, estudante de jornalismo

Parintinense vai representar o Amazonas no concurso Miss Beleza Trans Brasil 2021/22, em São Paulo

Desce Catracas

MÁRIO ABRAHIM, prefeito de Itacoatiara (AM)

No pico da pandemia em Itacoatiara, em que morreram várias pessoas por falta de leitos, prefeito emprestou respiradores para Coari