Terça, 18 de maio de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 03/05/2021

Polícia encerra festa clandestina com mais de 500 pessoas em Coari

Flagrante ocorreu durante a operação "Pela Vida", que fiscaliza o cumprimento do decreto governamental, realizada simultaneamente em todo o estado

Polícia encerra festa clandestina com mais de 500 pessoas em Coari (Foto: Divulgação/PMAM)

DEAMAZÔNIA COARI, AM - Uma festa clandestina realizada em uma casa de eventos, no município de Coari (a 363 quilômetros de Manaus), foi encerrada pela Polícia Militar do Amazonas (PMAM), na madrugada deste domingo (02/05). No local, os policiais encontraram mais de 500 pessoas, incluindo uma grande quantidade de menores de idade. 

 

O flagrante ocorreu durante a operação "Pela Vida", que fiscaliza o cumprimento do decreto governamental, realizada simultaneamente em todo o estado. Os policiais receberam a informação de que havia uma festa, com música ao vivo, sendo realizada no Mandy's Club Entretenimentos, localizado na avenida Gonçalves Lêdo.

 

No local, os policiais encontraram mais de 500 pessoas. Equipamentos de som foram apreendidos e apresentados à delegacia do município, juntamente com os 50 menores de idade identificados e o responsável pelo evento.

 

Ainda durante a ação, o bar do Niel, localizado no bairro Santa Efigênia, também foi fechado por descumprimento do decreto governamental. No momento da chegada dos policiais, havia uma grande concentração de pessoas, sendo imediatamente dispersadas. O proprietário do estabelecimento também foi conduzido à delegacia. 

 

Participaram da operação "Pela Vida" em Coari, nesta madrugada, policiais do 5° Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Coari, das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), Batalhão de Choque, Cavalaria, Guarda Municipal de Coari e fiscais da Vigilância Sanitária.

Sobe Catracas

DOMINGOS CHALUB, presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas

TJAM faz história ao ficar acima da 'média Brasil', em relação às Metas Nacionais do CNJ no ano de 2020

Desce Catracas

BETO D'ÂNGELO, prefeito de Manacapuru (AM)

MP/AM abriu um inquérito contra a Prefeitura para investigar suposta apropriação dos valores do Fundo Previdenciário Municipal