Terça, 18 de maio de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 29/04/2021

Zé Ricardo denuncia veto do Ministério da Economia ao projeto da LG com investimentos para Manaus

Deputado afirmou que fará questionamentos à Suframa e Governo Federal

Zé Ricardo denuncia veto do Ministério da Economia ao projeto da LG com investimentos para Manaus Zé Ricardo denuncia veto do Ministério da Economia ao projeto da LG com investimentos para Manaus

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Na 297ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus), no dia de ontem (28), representantes do Ministério da Economia retiraram de pauta projeto industrial da Empresa LG Electronics do Brasil Ltda, de diversificação de suas linhas de produção na área da informática, como microcomputadores portáteis e monitores de vídeo com tela de LCD, com previsão de investimento de R$ 325 milhões e com geração de emprego e renda.

 

Diante de mais uma investida do Governo Federal contra a economia do Amazonas e a Zona Franca de Manaus (ZFM), o deputado federal Zé Ricardo (PT/AM) denunciou essa situação no plenário da Câmara Federal, na manhã desta quinta (29), afirmando que irá questionar tanto a Suframa quanto o Ministério da Economia sobre essa medida que afeta os empregos e a arrecadação pública do Estado.

 

“Essa empresa está instalada há muitos anos em Manaus, com grande parque fabril, vultoso faturamento e geradora de empregos. Queria fazer investimento de diversificação na área de informática, com novos produtos importantes para abastecer o mercado brasileiro e também ajudar na arrecadação pública do Amazonas, além de gerar emprego e renda na cidade. Porém, a retirada de pauta desse projeto é mais uma medida contra a política de incentivos fiscais, que é o principal fator de implantação de empresas na Zona Franca, e de manutenção da economia no Estado. Não podemos aceitar e, por isso, vou questionar e pedir informações sobre essa medida, tanto da Suframa quanto do Ministério da Economia”, declarou Zé Ricardo.

 

Ele lembrou ainda de outra ação recente do Governo Federal e prejudicial à economia, ao tentar reduzir as alíquotas de Imposto de Importação, para facilitar a aquisição desses produtos de informática vindos de outros países, porém, gerando empregos no exterior, em vez de criar mais oportunidades de trabalho no Brasil. Para tentar barrar essa medida, ele já apresentou Projetos de Decreto Legislativo (PDL) na Câmara dos Deputados, na defesa da economia e dos empregos.

 

MPs que retiram direitos dos trabalhadores

O Governo Federal publicou ontem (28) as Medidas Provisórias no 1.045 e 10.046/21, justificando que vai gerar mais empregos no país, mas com redução de salários, flexibilização na legislação trabalhista e redução da jornada de trabalho.

 

Para o deputado, esse tipo de medida já foi praticada no ano passado, e pode até ter ajudado algumas empresas, de forma momentânea, mas não foi fator decisivo de geração de emprego. “Num país que tem mais de 14 milhões de pessoas desempregadas, o que vai gerar emprego mesmo é a urgente vacinação em massa, para garantir segurança na volta ao trabalho; ampliação do Auxílio Emergencial para R$ 600, com mais recursos circulando na economia; e auxílio aos microempreendedores e às micro e pequenas empresas, para poder ter recursos para o capital de giro”, disparou.

 

E completou que é preciso de mais investimentos públicos, principalmente, na área da construção civil, com os programas de habitações populares. “Tudo isso gera emprego e oportunidades e são as propostas que defendemos, junto com o Partido dos Trabalhadores. E não, simplesmente, retirar mais direitos dos trabalhadores e trabalhadoras do país”.

Sobe Catracas

DOMINGOS CHALUB, presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas

TJAM faz história ao ficar acima da 'média Brasil', em relação às Metas Nacionais do CNJ no ano de 2020

Desce Catracas

BETO D'ÂNGELO, prefeito de Manacapuru (AM)

MP/AM abriu um inquérito contra a Prefeitura para investigar suposta apropriação dos valores do Fundo Previdenciário Municipal