Terça, 18 de maio de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 28/04/2021

Entra em vigor lei que concede benefício nas contas de energia no AM e AP

Emenda do vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos, garantiu extensão do direito ao estado do Amazonas

Entra em vigor lei que concede benefício nas contas de energia no AM e AP Vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (Foto: Divulgação)

DEAMAZÔNIA BRASÍLIA - Uma emenda do deputado federal Marcelo Ramos à lei 14.146/21, sancionada hoje, evitou aumento nas contas de energia da população do Amazonas. Inicialmente, a Medida Provisória 1010, que originou a lei, garantia benefícios apenas ao estado do Amapá, que sofreu com o apagão elétrico no ano passado. A lei foi publicada no Diário Oficial da União de hoje.

 

“Agradeço aos deputados e senadores que acataram minha emenda, que vai evitar um reajuste de 18% previstos para serem cobrados nas contas de energia dos amazonenses neste ano. Agora é lei! Num momento de tantas dificuldades, a população do meu estado não poderia ser mais penalizada do que já está”, disse Ramos.      

 

A isenção concedida será financiada através de um crédito orçamentário, limitado a R$ 80 milhões, originário da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), a ser pago às distribuidoras da região. O crédito foi autorizado por outra medida provisória, a MP 1011/20, ainda em tramitação no Congresso Nacional. 

 

Benefícios
A lei prevê novos benefícios para empresas do setor elétrico da região Norte. Segundo o texto, todo o custo de geração local de energia hoje suportado pela CEA e pela Equatorial Energia Pará será bancado pela Conta de Consumo de Combustíveis (CCC), reduzindo-se em 1/5 por ano até 2025.

 

A CCC é um encargo do setor elétrico pago por todas as concessionárias de distribuição e de transmissão de energia elétrica e destina-se a diminuir o impacto do uso de combustível fóssil para gerar eletricidade em sistemas isolados.

Sobe Catracas

DOMINGOS CHALUB, presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas

TJAM faz história ao ficar acima da 'média Brasil', em relação às Metas Nacionais do CNJ no ano de 2020

Desce Catracas

BETO D'ÂNGELO, prefeito de Manacapuru (AM)

MP/AM abriu um inquérito contra a Prefeitura para investigar suposta apropriação dos valores do Fundo Previdenciário Municipal