Domingo, 11 de abril de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 08/04/2021

Parintins mantém toque de recolher de 20h às 5h e fecha 'Cantagalo'

Restrições de combate ao coronavírus valem por 15 dias

Parintins mantém toque de recolher de 20h às 5h e fecha 'Cantagalo' Balneário Cantagalo (Foto: Aguilar Abecassis/Reprodução/Site Festival Folclórico de Parintins 2021)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Na sua 30ª reunião, realizada na tarde desta quinta-feira (8/4), o Comitê Gestor de Combate ao Coronavírus de Parintins decidiu prorrogar, por mais 15 dias, o decreto que estabelece toque de recolher das 20h às 5h da manhã.

 

Outra medida adotada pelo comitê é o fechamento do complexo Cantagalo, localizado na comunidade do Aninga, zona rural do município , a partir desta sexta-feira (09), no intuito de evitar aglomerações.

 

Com a flexibilização das medidas de combate ao Covid-19, na semana passada, houve aglomeração de pessoas no balneário, no último fim de semana.

                                                           

Além do toque de recolher, o decreto municipal estabelece o funcionamento de igrejas, academias, restaurantes, lanchonetes e bares com 30% da lotação. Práticas esportivas coletivas e festas seguem proibidas.

 

Apesar da grande baixa nos índices, as medidas visam evitar um crescimento nos números de novos casos, internações e óbitos em decorrência da contaminação pelo novo coronavírus.

 

“É preciso que a gente evite aglomeração. Com isso, tomamos a decisão de fechar o Canta Galo, que é o balneário público da cidade. Em Manaus, a praia da Ponta Negra está fechada e aqui não seria diferente. Vamos aproveitar até para fazer uns ajustes naquele ambiente tão bonito, mas temos que esperar para aproveitar aquela beleza que é o Cantagalo”, explica o prefeito Bi Garcia.

 

Segundo o prefeito, a manutenção de todas as restrições é feita de maneira preventiva a fim de evitar novos picos de contaminações, internações e óbitos. As medidas, de acordo com Bi Garcia, buscam prevenir uma nova onda, como apontam os especialistas em saúde.

 

“Nós não queremos ser surpreendidos. A preocupação é evitar o máximo de circulação das pessoas em vias e logradouros públicos. Por isso vamos manter o decreto com o toque de recolher funcionando. O hospital ainda tem 36 pacientes internados e a gente precisa baixar o máximo esse número para que a gente avance cada vez mais na vacina. A vacina é a solução para a gente. É preciso que a população se guarde”, evidencia Bi Garcia.

Sobe Catracas

SHOGO SHIMA, estudante

Amazonense de 18 anos gabaritou prova de Matemática e Suas Tecnologias ao acertar as 45 questões no Enem 2020

Desce Catracas

JACIARA PICANÇO, vice-prefeita de Terra Santa (PA)

Vice-prefeita e mais quatro servidores municipais e ex-servidores tiveram bens bloqueados pela Justiça no total de R$ 1 milhão, por licitação irregular na saúde entre os anos de 2011 a 2015