Domingo, 11 de abril de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 08/04/2021

Polícia do Rio prende Dr Jairinho e mãe do menino Henry, morto há um mês

Polícia diz que a esposa do vereador sabia que filho era agredido pelo namorado; casal é suspeito de atrapalhar as investigações e de ameaçar testemunhas

Polícia do Rio prende Dr Jairinho e mãe do menino Henry, morto há um mês Polícia do Rio prende Dr Jairinho e mãe do menino Henry, morto há um mês (Foto: Reprodução/Reportagem/TV Globo)

RIO - A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu, na manhã desta quinta-feira (8), o vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho (Solidariedade) e a namorada dele, a professora Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, de 4 anos, morto no dia 8 de março na Barra da Tijuca, zona oeste carioca. A informação é da FOLHA DE SÃO PAULO

 

Os mandados de prisão foram expedidos pelo 2º Tribunal do Júri da Capital. A prisão é temporária, com duração de 30 dias. O casal foi levado para uma delegacia na Barra da Tijuca. Vários policiais participaram da prisão. 

 

Os dois foram recebidos com gritos de assassinos na porta da delegacia, onde várias pessoas aguardavam a chegada.

 

A suspeita é que a criança tenha sido assassinada e que era submetida a sessões de agressão no apartamento em que morava com a mãe e o padrasto. O casal também estaria atrapalhando as investigações.

De acordo com a GloboNews, a polícia descobriu que Henry era agredido há pelo menos um mês antes da morte, inclusive com chutes e golpes na cabeça.

 

LEIA NA ÍNTEGRA EM FOLHA DE SÃO PAULO

Sobe Catracas

SHOGO SHIMA, estudante

Amazonense de 18 anos gabaritou prova de Matemática e Suas Tecnologias ao acertar as 45 questões no Enem 2020

Desce Catracas

JACIARA PICANÇO, vice-prefeita de Terra Santa (PA)

Vice-prefeita e mais quatro servidores municipais e ex-servidores tiveram bens bloqueados pela Justiça no total de R$ 1 milhão, por licitação irregular na saúde entre os anos de 2011 a 2015