Terça, 18 de maio de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 12/09/2016

TJAM derruba decisão da Câmara e Quirino segue candidato em São Gabriel da Cachoeira

TJAM derruba decisão da Câmara e Quirino segue candidato em São Gabriel da Cachoeira Raimundo Quirino, ex-prefeito de São Gabriel da Cachoeira

SÃO GABRIEL DA CACHOEIRA, AM - Depois de derrubar, na última sexta-feira (9) no Tribunal de Justiça do Amazonas, a decisão da Câmara Municipal de São Gabriel da Cachoeira, que reprovou suas contas quando ele foi prefeito e o tornava inelegível, o candidato à prefeitura do município Raimundo Quirino (Pros), mostrou sua força ontem (10), ao realizar uma carreata com mais de 200 carros, que terminou com um grande comício na Avenida Pau Brasil, no bairro do Areal, onde de acordo com a organização estiveram presentes mais de 2500 pessoas.

 

Na festa de Quirino e de seu vice Adi Najel Junior, conhecido como “Catarino”, da coligação "Experiência, Trabalho e Renovação", que conta com apoio do PMDB, PRP, PEN e PTN, estiveram presentes o deputado estadual peemedebista Vicente Lopes, que foi dar seu apoio ao candidato do Pros que tem ainda dois nomes de peso o apoiando, Belarmino Lins e o deputado federal Átila Lins, amigos pessoais do candidato à prefeitura.

 

Belão e Átila, não foram ao comício em São Gabriel, mas estiveram no Distrito de Maturacá, pedindo votos para Quirino. Os dois parlamentares voltaram ontem mesmo para Manaus.

 

"Continuo o mesmo Quirino de sempre, com vontade de trabalhar e ajudar quem mais precisa, eu não sou candidato só pela minha vontade, sou candidato pela vontade do povo", disse o candidato a mais de 2500 pessoas que estavam no comício.

 

"Quero poder ajudar todos os pais de família a darem melhores condições para suas famílias e formação de seus filhos, porque eu sei o quanto é difícil formar um filho na faculdade", acrescentou Quirino, referindo-se a manter os universitários de São Gabriel em Manaus.

 

Liminar

Os adversários de Raimundo Quirino na disputa pela prefeitura de São Gabriel da Cachpeira, já comemoraram a saída do ex-prefeito no pleito de 2016, mas ele conseguiu liminar em mandado no Tribunal de Justiça do Amazonas, para derrubar a decisão da Câmara Municipal que reprovou sua prestação de contas e o deixou inelegível e na lista dos “ficha suja” e ainda levou o juiz Luiz Pires de Carvalho Neto, da 19ª Zona Eleitoral, julgar procedente a representação do Ministério Público Eleitoral e indeferir o registro de candidatura candidato.

FATOAMAZONICO.COM 

Tags:

Sobe Catracas

DOMINGOS CHALUB, presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas

TJAM faz história ao ficar acima da 'média Brasil', em relação às Metas Nacionais do CNJ no ano de 2020

Desce Catracas

BETO D'ÂNGELO, prefeito de Manacapuru (AM)

MP/AM abriu um inquérito contra a Prefeitura para investigar suposta apropriação dos valores do Fundo Previdenciário Municipal